Total de visualizações de página

domingo, 5 de janeiro de 2014

Escrevo

Intuitivamente o que vem a mente,
sem regras, sem parâmetros
Apenas vou seguindo meus instintos,
deixando vir à tona toda a crueza
das minhas emoções
Sentimentos que de tão densos
Saem da cabeça direto para o coração
Que os bombeiam dentre minhas veias
Filtram meu sangue
Transbordam pelos poros
Arrepiam os pelos que estão a flor da pele
e escorrem dentre as pontas de meus dedos
Deixando sua marca impressa
Em deveras palavras, abstratas ou não.
 
Mari Carazolli